fbpx

Oleosidade e queda capilar: qual é a relação? Como evitar?

Nós, do Cresce Cabelo, falamos constantemente aqui sobre a importância de cuidar dos fios.

Para isso, sempre indicamos a realização da hidratação, nutrição e reconstrução do cronograma.

Dessa maneira, os fios do cabelo deixam de ficar ressecados, debilitados e quebradiços.

No entanto, existem mulheres que não passam por esse problema, pois passam pelo contrário:

O excesso de oleosidade no cabelo. Você sofre com essa situação?

Se a resposta for positiva, logo, acompanha a leitura deste artigo!

Explicaremos o porquê ocorre, a relação com a queda e como solucionar o problema.

Vamos lá, então?

7 receitas caseiras contra cabelo oleoso!

Tudo que você precisa saber sobre excesso de oleosidade no cabelo

Excesso de oleosidade no cabelo: o que é?

Cada um tem um tipo de cabelo diferente: além da curvatura (lisa, ondulada, cacheada ou crespa), os fios também podem ser grossos ou finos – também chamamos de ralos.

Além disso, algumas pessoas sofrem com fios e couro cabeludo ressecados, mistos ou oleosos.

Você sabe qual é o seu tipo? Não?

Embora seja uma situação chata, saber se você faz parte do grupo de pessoas que tem cabelo oleoso é fácil.

Basta você pensar: sente necessidade de lavar os fios com maior frequência por conta do brilho excessivo? Sente que os fios ficam grudados entre si?

Se a resposta para tais perguntas for positiva, então, é grande a chance dos seus fios serem oleosos.

Nesse caso, é importante cuidar já que a possibilidade de aumentar o acúmulo de sujeira no couro cabeludo é grande. Isso, obviamente, faz mal à saúde capilar.

O que causa oleosidade excessiva no couro cabeludo?

Antes de saber o que causa oleosidade excessiva no couro cabeludo, é importante você entender que nós, humanos, temos glândulas sebáceas.

Estas, por sua vez, são as responsáveis principais por produzir os sebos, como o nome indica, que protegem a pele.

A produção desse sebo é normal e orgânica do nosso organismo principalmente para proporcionar hidratação e nutrição aos fios. Isso, claro, desde que seja em uma quantidade regular.

No entanto, a produção de sebo em excesso é um problema já que causa:

  • Aspecto de brilho extremo
  • Perda de movimento dos fios

Para além das consequências, também precisamos entender as causas.

Assim, as principais razões para o aumento da oleosidade capilar se dão por genética e má higienização dos fios.

Mais que estes motivos: o uso de produtos errados e o excesso de limpeza também são motivos.

O que causa oleosidade excessiva no couro cabeludo e nos fios também pode ser fruto de um desequilíbrio hormonal.

Nesse caso, surge sempre a pergunta de quem sofre com esse problema: cabelo oleoso cai mais? Será mesmo? Se sim, por que?

Excesso de oleosidade no cabelo e queda capilar: qual a relação?

Como notamos que é um questionamento comum por aí, não pretendemos enrolar demais.

Portanto, sem muitas delongas, podemos dizer que o excesso de oleosidade no cabelo e a queda capilar estão diretamente atrelados.

Mas como isso acontece?

Acontece que, de acordo com o tricologista Lucas Fustinoni, os sebos produzidos pelas glândulas sebáceas estão cheios de di-hidrotestosterona (DHT).

Se os sebos são em excesso, logo, o hormônio endógeno e androgênico também está presente em grande quantidade.

Dessa maneira, então, os sebos em excesso causam obstrução nos poros capilares que impedem que estes o respirem corretamente.

Assim, os fios sofrem com a carência de oxigênio, nutrientes e, ainda por cima, morte do folículo capilar na raiz. Isso, claro, destrói a saúde dos cabelos.

Além dessa destruição, os fios também começam a cair em demasia.

Se você é um leitor assíduo do Cresce cabelo, então, sabe que a di-hidrotestosterona envolve-se no processo de calvície.

Por isso, é muito importante cuidar dos fios para diminuir os riscos de quadros de alopecia.

Como acabar com oleosidade no couro cabeludo?

A calvície – seja feminina ou masculina – é um problema que acontece por alterações hormonais.

Embora não tenha como prevenir essa condição, existem formas de reduzir a probabilidade da queda capilar acontecer. Nesse caso, como acabar com oleosidade no couro cabeludo?

Existem muitas formas de acabar com oleosidade no couro cabeludo, mas a mais relevante é na hora da higienização. Sendo assim, vamos apresentar dois motivos bem importantes:

Temperatura e frequência de lavagem dos fios

Lavar o cabelo com pouca frequência é prejudicial.

No entanto, higienizar os fios em excesso também pode ser danoso especialmente quando se lava com água em temperatura elevada.

Por isso, não higiene mais que uma vez ao dia para os fios não perderem a proteção natural deles.

Além disso, sempre lave os fios e o couro cabeludo em uma água com temperatura morna para fria.

Isso porque a temperatura elevada faz com que os fios percam remoção de gorduras que, por sua vez, causa ressecamento. Tal fato está disponível na Clínica Doppio, uma das fontes.

Utilize os produtos corretos na hora da higienização dos fios

Outro grande motivo para o excesso de oleosidade no cabelo é a utilização de produtos incorretos.

Nesse caso, você deve sempre optar por shampoos sem sulfato bem como derivados de petróleo.

Assim, a oleosidade natural do fio é preservada e, com isso, o aspecto dele também.

Evite determinados hábitos

Além da higienização, não poderíamos deixar de falar dos costumes que temos: passar a mão nos fios para ajeita-los ou penteá-los excessivamente. Sabe por que?

Porque o toque contribui para que o óleo das mãos seja transferido para os fios.

Já o uso da escova em excesso auxilia na distribuição do óleo do couro para o comprimento do fio.

7 dicas simples para incluir no dia a dia para cabelos oleosos

Gostou do nosso artigo?

Qual outra forma você usa para acabar com a oleosidade capilar?

Queremos saber sua experiência!

 Fontes: [1] [2] [3]

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!!

VÍDEOS

CLIQUE E SE INSCREVA

POSTS MAIS LIDOS