fbpx

Óleo de coco no cabelo é mesmo eficaz?

  Por Brenda Archanjo

Você provavelmente já ouviu falar que o óleo de coco traz diversos benefícios para o corpo humano, mas e quando se trata da saúde do seu cabelo?

Cuidar das madeixas pode parecer difícil, cansativo, e até mesmo caro, mas o óleo de coco é o produto natural que veio para mudar essa ideia, se tornando o truque queridinho para resolver, de forma bem simples e econômica, alguns problemas capilares e deixar os fios naturalmente mais bonitos e sedosos.

Sendo uma das principais dicas de beleza das blogueiras e celebridades, ele pode ser utilizado em qualquer tipo de cabelo – seja cacheado, liso, crespo, ondulado, descolorido -, de diferentes formas, e o melhor: sem sequer precisar sair de casa.

Acontece que esse óleo vegetal é capaz de oferecer muitas proteínas, vitaminas, ácidos, gorduras e ferro para o cabelo, e por isso é tão recomendado também por especialistas.

Ainda que divida opiniões, sim, esse óleo é mesmo multifuncional!

Ficou interessado(a) em seus benefícios e em como usar no seu cabelo?

Então é só continuar a leitura para conferir mais!

Milagroso? Confira os benefícios do óleo de coco para o cabelo!

Imagem: Reprodução/Internet

Os benefícios para os fios são muitos! Por ser rico em nutrientes como o ácido láurico, caprílico e cáprico, que são compatíveis com as necessidades do cabelo, o óleo de coco possui grande potencial de oferecer:

Diminuição de queda

Combate aos radicais livres com seu efeito antioxidante.

Auxílio no crescimento

Com massagens aplicadas no couro, estimula a circulação sanguínea.

Fortalecimento

Chegando rapidamente à fibra capilar, penetra bem e traz força.

Hidratação profunda

Desde a raiz até as pontas, deixando os cabelos mais nutridos.

Reparação de danos

Recuperação de danos causados anteriormente por procedimentos químicos ou do calor.

Reduz a caspa

Melhora a inflamação do couro cabeludo, amenizando disfunções da região, pois possui propriedades antibacterianas e antifúngicas.

Podendo ser utilizado sozinho ou junto com outros óleos e produtos para potencializar os efeitos, veja como aplicar e deixar seu cabelo mais saudável:

Como usar o óleo de coco no cabelo?

Imagem: Reprodução/Internet

Umectação

1º passo: aplicar uma quantidade significativa por todo o cabelo ainda seco e sujo.

2º passo: massagear mecha por mecha, enluvar do couro às pontas.

3º passo: prender o cabelo.

4º passo: deixar agir; quanto mais tempo, melhor.

5º passo: lavar e enxaguar bem.

Hidratação

1º passo: adicione gotas de óleo de coco em alguma máscara ou misture com outro produtinho.

2º passo: aplique nos cabelos lavados apenas com shampoo.

3º passo: deixe agir por 15 minutos.

4º passo: lave e enxague bem.

Leave-in

1º passo: com os cabelos limpos, aplique uma pequena quantidade no comprimento e nas pontas.

Protetor térmico e solar

1º passo: aplicar algumas gotas no cabelo ainda úmido.

2º passo: usar secador, chapinha ou ir à praia, piscina.

Pré-shampoo

1º passo: aplicar no cabelo seco e sujo 20 minutos antes do banho.

2º passo: lavar como o usual.

Desembaraçante

1º passo: aplicar uma pequena quantidade nos fios úmidos.

2º passo: utilizar um pente de dentes largos para desembaraçar.

Aliados do óleo de coco

Junto com outros ingredientes, você consegue criar máscaras potentes para o seu cabelo!

Lembrando que não existe um jeito ideal, sozinho já consegue deixar os fios tratados, mas você pode adicionar o óleo em alguma máscara que já possua, ou até mesmo seguir receitinhas caseiras, como:

Óleo de coco com mel: misturar 1 colher de chá de óleo de coco com 1 colher de sopa de mel.

Óleo de coco com maisena: misturar 200ml de água com 2 colheres de sopa de maisena e levar ao fogo até engrossar. Depois, acrescentar 2 colheres de sopa de óleo de coco.

Cuidados com o óleo de coco no cabelo

É importante ressaltar que para cada tipo de cabelo é indicado uma frequência diferente de uso para obter o melhor resultado possível.

Cabelos ondulados

Sendo um dos tipos mais oleosos em comparação com os outros, é indicado o uso de 10 em 10 dias para não deixar o cabelo tão pesado.

Cabelos lisos

Assim como os ondulados, possui bastante oleosidade, devendo ser usado menos frequentemente.

Cabelos crespos

Pode ser usado até duas vezes por semana, por se tratar de um fio mais seco.

Cabelos cacheados

Pelo menos uma vez na semana já pode ser o suficiente para manter este tipo saudável e nutrido.

Cabelos descoloridos

Por se tratar de fios que passaram por uma agressão, acabam ficando muito secos e o óleo pode ser um grande aliado na reparação, podendo ser usado semanalmente.

Seguindo essas dicas você estará pronta para ter um cabelo muito mais bonito e saudável!

E aí, o que achou desse óleo tão versátil? Você já testou?

Conta para a gente aqui nos comentários!

Dúvida? Opinião? Escreva um comentário