fbpx

O que é No-Poo e Low-Poo? Como fazer? Quais os benefícios?

  Por Brenda Archanjo

Duas técnicas que vem conquistando o seu espaço no universo da beleza quando o assunto é cuidados capilares, são elas: no-poo, low-poo.

Com certeza depois de ler o nome desses métodos deu até um nó na sua cabeça, mas calma, vou explicar o que cada uma dessas técnicas consiste e quais são os benefícios que ela oferece as madeixas de quem aderi a elas.

Ambas os métodos caiu nas graças devido a americana Lorraine Massey, que teve seu livro “Curly Girl” amplamente divulgado, onde ela indicava a técnica no-poo e low-poo para os cabelos crespos e cacheadas, por saber que eles são mais propensos ao ressecamento, devido sua estrutura espiral dificultar a oleosidade natural produzida pelo couro cabeludo a chegar ao comprimentos e pontas dos cabelos.

Porque esse métodos foram criados?

A americana Lorraine Massey, percebeu que o maior vilão para os cabelos cacheados e crespos, cujo já são frágeis por conta própria, é o shampoo, uma vez que ele contém sulfato de sódio, cujo age na limpeza e na remoção da barreira lipídica natural, o que acaba causando mais danos aos fios.

Do qual infelizmente, produtos tais como condicionador, máscaras, entre outros –não conseguem repor com eficácia esse conteúdo lipídico natural produzido pelo nosso próprio organismo.

No caso dos cabelos lisos, finos e grossos, o óleo produzido na raiz rapidamente está em toda a extensão da fibra capilar, exatamente por isso, a consideração é que, nestes cabelos, o shampoo não é tão prejudicial, uma vez visto que o condicionador consegue repor o sebo removido durante a lavagem.

A diferença entre No Poo e Low Poo

No caso da técnina No Poo (sem shampoo), não se pode usar shampoo. Para isso, inclusive é necessário abrir mão também de todos os produtos insolúveis em agua que grudam nos fios e que precisaram do sulfato para a retirada, como por exemplo: óleo mineral, parafina, silicones entre outros…

Caso você queira aderi a técnica No Poo, você pode lavar o cabelo com receitas caseiras cujos são voltadas para a limpeza dos fios, ou então comprar algum cosmético higienizado que não contém o sulfato em sua fórmula.

Agora no Low poo (pouco shampoo), é até aceitável usar o sulfato, porém de maneira “leve a moderada”, e esporadicamente. No caso a cada 15 dias.

A rotina do Low poo é muito mais indicada para mulheres que colorem os fios com produtos que contêm insolúveis, usam kits reconstrutores ou máscaras que possam conter algum tipo de petrolato leve.

Além disso, como é um método menos “radical”, o Low poo é indicado para quem não consegue eliminar totalmente o xampu da sua rotina, como, por exemplo, pessoas que vivem em cidades quentes ou praticam exercícios físicos com regularidade, o que aumenta a oleosidade no couro cabeludo.

Produtos a ser evitados

 Se você está pensando em aderir à técnica No poo/Low poo, saiba quais produtos deve evitar: No caso dos shampoo, é indicado fugir dos que contenham: Sodium Lauryl Sulfate (Lauril sulfato de sódio), Ammonium Laureth Sulfate (Lauil éter sulfato de amônio) e Sodium Laureth Sulfate(Lauril éter sulfato de sódio).

Procure por …

O ideal é que use produtos que contenham em sua composição: Disodium EDTA (EDTA dissódico), Citric Acid (ácido cítrico) ou extratos de plantas, além de opções que contenham Cocamidopropyl Betaine (Cocamidopropil betaína), Dodecyl Polyglucoside (Dodecilpoliglicosídeo).

No caso dos condicionadores, é aconselhado evitar o uso daqueles que contenham silicones insolúveis.

Os cabelos necessitam de emolientes, umectantes, proteínas e hidratantes, por isso, é recomendado procurar pelas seguintes substâncias nos rótulos dos produtos:

  • Emolientes: Shea Butter (manteiga de karité), óleos vegetais, olive oil (óleo de oliva) e óleos de castanhas.
  • Umectantes: Panthenol (D-Pantenol ou Pró-vitamina B5), Glycerin (Glicerina) e Sorbitol (Sorbitol).
  • Hidratantes: Aloe vera (Aloe vera ou Babosa), Aminoacids.
  • Proteínas: Wheat (Trigo) e Soy (Soja), Protein.

Confira abaixo o antes e depois de mulheres que aderiram as técnicas No/Low

Reparem que os cabelos ganharam vida e estão com brilho.

Dúvida? Opinião? Escreva um comentário