fbpx

INSCREVA-SE NO NOSSO CANAL!

Como tratar eflúvio telógeno crônico!

A calvície é um problema que não afeta só homens: também atinge mulheres diretamente.

Essa, como deve saber, é uma condição que caracteriza-se pela queda capilar.

A calvície ocorre pela conversão de testosterona para di-hidrotestosterona devido à enzima 5-alfa-redutase.

Dessa maneira, então, é um quadro clínico que acontece por fatores hormonais.

No entanto, nem toda queda de cabelo é fruto de calvície, como muitas pensam.

Pode ser, na realidade, eflúvio telógeno crônico. Já ouviu falar nessa condição? Não?

Então, acompanha a leitura deste artigo para saber o que é e como tratar esse problema!

Anemia causa queda de cabelo? Como tratar?

Tudo que você precisa saber sobre eflúvio telógeno crônico

Eflúvio telógeno: o que é?

Cuidar do cabelo é um momento nosso de autocuidado já que vai fazer bem à nossa autoestima.

Você já reparou que, durante essa prática, seus fios caem de forma desproporcional e demasiadamente, principalmente na hora da lavagem ou de penteá-los?

Se você já identificou que essa situação acontece com você, então, fique atenta, pois pode ser um evidente sinal de eflúvio telógeno.

Essa condição caracteriza-se pelo aumento da queda diária dos fios. Assim, ao invés de 50 a 100 fios caírem no dia, caem por volta de 200 a 300.

Apesar dessa identificação, você só terá a comprovação do diagnóstico – ou a invalidação – de eflúvio telógeno ao se consultar com um médico especializado no assunto.

Assim, ele, além de “bater o martelo”, também poderá investigar se é um problema agudo ou crônico.

Eflúvio telógeno crônico vs. eflúvio telógeno agudo

Especialistas no assunto consideram que a queda de cabelo diária e demasiada é eflúvio telógeno, como já explicamos anteriormente.

No entanto, esse caimento não acontece do nada: ele é reflexo de gatilhos que o indivíduo pode passar, como o parto, dietas, COVID-19 e outros.

Apesar de não haver tanta diferenciação dos eflúvios telógenos, essa condição também se caracteriza por ter dois tipos: o agudo e o crônico.

O primeiro tipo, o eflúvio telógeno agudo, é um problema que o corpo, de forma espontânea, costuma solucionar em até seis meses.

O eflúvio telógeno crônico, por sua vez, é uma condição diferente da descrita anterior já que a queda de cabelo perpassa os seis meses e, por isso, precisa de intervenção médica.

Durante o período do caimento de cabelo, o indivíduo pode apresentar ciclos de melhora e piora.

Dessa maneira, então, a haste dos fios do cabelo podem apresentar determinados danos.

Além disso, também percebemos que os sintomas do eflúvio telógeno crônico também influem pontas mais finas e fracas bem como a redução do volume total do cabelo.

Eflúvio telógeno crônico deixa careca?

Assim como a calvície feminina, o eflúvio telógeno crônico é um problema que também afeta a autoestima das mulheres já que caracteriza-se, principalmente, pela queda capilar que, como citamos anteriormente, resume-se a 200 a 300 fios caindo diariamente.

Dessa maneira, não é incomum a mulher pensar e se desesperar para saber se o eflúvio telógeno crônico deixa careca.

Embora seja uma situação incômoda e desconfortável, essa condição é diferente da alopecia androgenética justamente porque os fios não passam pela miniaturização.

Além de não passar pelo processo de miniaturização dos fios, os fios do indivíduo com eflúvio telógeno crônico também não apresenta a perda dos folículos.

Por isso, então, não podemos afirmar que a condição em questão deixa careca, pois os fios que caem grossos, nascem grossos.

Como tratar eflúvio telógeno crônico?

Quando é crônico, a mulher que sofre com eflúvio telógeno precisa procurar um acompanhamento médico (nesse caso, dermatológico) para tratar adequadamente esse problema já que ele não se curará de forma espontânea e sozinha.

Ao ir ao profissional de saúde e este comprovar, de fato, que o seu problema é eflúvio telógeno crônico, provavelmente, prescreverá soluções eficientes para solucionar a questão.

Nesse caso, uma das formas de tratamento é igual da calvície feminina: o uso do Minoxidil para mulheres.

Minoxidil para eflúvio telógeno crônico

Você já ouviu falar em Minoxidil? Provavelmente sim, né?

Essa é uma solução muito utilizada para tratar calvície e preencher falhas de barbas nos homens.

No entanto, Minoxidil para mulheres também é uma realidade em casos de calvície feminina e eflúvio telógeno crônico.

Isso porque o Minoxidil é um produto que age, por si só, como um estimulante.

Dessa maneira, o Minoxidil para mulheres ajuda a acelerar o crescimento dos fios que caíram por algum evento “gatilhador”.

Apesar de ser benéfico e bem tolerado, a solução também pode causar efeitos colaterais.

A probabilidade do aparecimento de reações adversas acontece, principalmente, em quem tem alergia ou hipersensibilidade ao propilenoglicol já que esse tipo de álcool está na composição química do Minoxidil.

Para evitar isso, você pode optar pelo Minoxidil na versão de espuma.

Isso porque, além de não contar com o álcool na fórmula, o Minoxidil em espuma também tem uma aplicação mais fácil.

No entanto, é importante que tais produtos estejam dentro da validade e sejam de qualidade e, para garantir tais fatores, é essencial adquirir em lojas de confiança.

Onde comprar Minoxidil para eflúvio telógeno crônico?

Se está em busca de um estabelecimento confiável e de qualidade para adquirir o seu Minoxidil para mulheres, então, vamos indicar um que é referência por essas qualidades: a loja online GiGi Hair.

A loja GiGi Hair conta com boas avaliações bem como atendimento e suporte de qualidade!

Lá, você encontra diversas marcas de Minoxidil, incluindo as três mais indicada pelos especialistas: Kirkland, Rogaine e Foligain.

Além disso, na GiGi Hair é possível adquirir um kit inicial de 3 meses ideal para as mulheres que querem ter um primeiro contato com o produto.

A loja também conta com produtos originais e oficialmente certificados por órgãos reguladores como a Anvisa e FDA.

Além disso, a loja GiGi Hair oferece ainda frete grátis para todo o país, desconto no PIX ou boleto e parcelamento em até 12x no cartão.

CLIQUE PARA ADQUIRIR!

Já usou Minoxidil para eflúvio telógeno crônico?

Se sim, o que achou?

Queda de cabelo pós bariatrica: o que fazer?

Fontes: [1] [2]

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!!

FRETE GRÁTIS PARA TODO BRASIL

GIGI HAIR

VÍDEOS

CLIQUE E SE INSCREVA

POSTS MAIS LIDOS