fbpx

Alopecia feminina: o que é? Por que afeta as mulheres?

  Por Brenda Archanjo

O Oscar é uma das principais cerimônias anuais de cinema do mundo.

Sendo assim, a celebração permite a homenagem e a entrega de prêmios à obras cinematográficas e profissionais, como atores e diretores.

Diante disso, a noite do Oscar costuma ser mágica.

No entanto, a cerimônia desse ano teve um destaque bem diferente.

Will Smith agrediu fisicamente com um tapa Chris Rock porque o comediante fez, ao vivo, uma piada sobre a cabeça raspada de Jada Smith. Neste caso, a alopecia fez com que ela raspasse o cabelo.

Esse episódio gerou determinados debates e muitos questionamentos.

Mas, para além disso, o fato serviu para que muitas pessoas passassem a ter o interesse de pesquisar sobre essa doença: o que é alopecia? Existe cura? São muitas dúvidas que tentaremos sana-las.

Shampoo antiqueda REALMENTE funciona?

O que é alopecia?

A queda de cabelo é uma ação comum do nosso organismo desde que aconteça em quantidades regulares: entre 50 a 100 fios por dia.

No entanto, a queda capilar em excesso pode ser sinal de alopecia que, por sua vez, está relacionada à perda de cabelo e pelo em qualquer parte do corpo.

Essa doença pode acometer homens e mulheres e isso independe da idade do indivíduo.

Apesar de não ser contagiosa tampouco letal, tal condição, principalmente quando pensamos em alopecia feminina, atrapalha – e muito! – a vida de quem sofre com ela.

Isso porque, infelizmente, para as mulheres, o cabelo é um importante aspecto de beleza.

Assim, a queda dos fios faz com que a autoestima fique baixa e, consequentemente, a qualidade de vida seja afetada.

No caso da Jada, a atriz escolheu raspar os fios e lidar com da melhor forma possível com a doença.

Segundo a estrela, “colocar algumas pedrinhas e fazer uma coroa para, assim, ela e a alopecia serem amigas”.

Alopecia de tração: o que é? Como tratar?

Tipos de alopecia

As pessoas tratam o problema da alopecia de forma generalizada.

Dessa maneira, muitas desconhecem o fato de que, sim, existem vários tipos dessa doença que proporciona a queda do cabelo e dos pelos do corpo caírem.

Alopecia androgenética

A alopecia androgenética é popularmente chamada de calvície.

Esse tipo da doença é provocado pela taxa de testosterona e, por isso, acontece devido à um problema hormonal.

Dessa maneira, esse tipo de alopecia é autoimune e bem mais comum nos homens cujas áreas mais atingidas são a coroa e a região frontal formando as famosas “entradas”.

No entanto, apesar disso, a calvície também pode afetar as mulheres.

Alopecia areata

A alopecia areata é um dos tipos de alopecia mais comuns.

Este, aliás, é o quadro que afeta a Jada Smith e outros milhares de pessoas já que aproximadamente 2% da população mundial é a acometida por ela.

Isso acontece porque esse tipo de alopecia é autoimune.

Sendo assim, as células atacam o próprio organismo.

Neste caso, problemas autoimunes, como doenças, ou emocionais, tal qual episódios estressantes, favorecem a intensificação da queda capilar.

Alopecia por tração

A alopecia por tração acontece quando há uma tração, principalmente, quando o indivíduo mantém uma rotina de fazer penteados, tais quais tranças, rabos de cavalo apertados e coques de bailarina, que forçam a raiz capilar.

Eflúvio telógeno

O eflúvio telógeno caracteriza-se pela queda capilar natural.

No entanto, há determinadas situações, como doenças infecciosas, cirurgias, dietas restritivas e outros motivos, que intensificam a queda dos fios.

Alopecia traumática

A alopecia traumática acontece, como o próprio nome sugere, devido a traumas: seja o hábito frequente de arrancar os fios ou por traumatismos na cabeça.

Alopecia seborreica

A causa da alopecia seborreica é a dermatite.

Quais são as causas da alopecia?

Podemos dizer que há várias causas da alopecia visto que os tipos dessa doença são causados por uma variedade de fatores.

Sendo assim, os fios podem cair por causa de alterações hormonais, problemas emocionais ou de saúde, como doenças autoimunes.

Logo, prevenir a alopecia, principalmente, em casos genéticos e hereditários pode ser difícil.

No entanto, determinadas ações como evitar o uso de produtos químicos no cabelo bem como manter uma alimentação saudável fazem a diferença para os fios crescerem fortes e saudáveis.

Alopecia tem cura?

Essa é uma pergunta um tanto complexa. Isso porque alguns tipos de alopecia, como a alopecia areata, a da Jada Smith, não apresenta cura.

No entanto, outros tipos dessa doença podem ser reversíveis. Mas, felizmente, atualmente, já existem formas de tratamento para alopecia.

Qual a melhor forma de tratamento para alopecia?

A alopecia é uma doença com vários tipos, como citamos anteriormente, e cada uma delas acontece devido a um fator diferente.

Diante disso, iniciar o tratamento para alopecia depende, exclusivamente, da classificação do tipo dessa doença.

Logo, o diagnóstico de um médico é mais que necessário.

Dessa maneira, o dermatologista pode analisar adequadamente o seu caso e indicar o uso de medicamentos, tópicos ou orais, específicos tais quais os antibióticos, corticoides, bloqueadores hormonais ou substâncias estimulantes que façam os fios crescerem de forma saudável.

Minoxidil loção comprovada para tratar calvície feminina

Você sofre com a alopecia feminina?

Como você lida com isso?

Dúvida? Opinião? Escreva um comentário